Nossos eventos Vips

Cubos de gelo para manter a beleza da pele? Segredo simples de skincare para usar sem gastar nada

Cubos de gelo para manter a beleza da pele? Segredo simples de skincare para usar sem gastar nada

Ano passado as coreanas revelaram que água com gelo fazia parte do skincare delas e muitas mulheres acabaram aderindo à tendência para ter uma pele mais bonita. Agora, Lisa Eldridge, maquiadora e Youtuber, revelou que seu segredo de beleza é justamente este na hora de combater o inchaço matinal, desinflamar acnes e diminuir a vermelhidão da pele.

Independente de seu tipo pele, especialistas apostam em cubos recém-tirados do congelador, especialmente misturados com chá verde, cafeína ou leite, para poros menos dilatados, aumento na circulação sanguínea e uma cútis mais viçosa.

E Lisa Eldridge não começou a usar essa técnica recentemente. Há três anos a maquiadora já falava em seu canal do Youtube sobre o assunto e apareceu em um vídeo explicando como fazer o processo. Para quem quiser testar, nada de colocar o gelo diretamente na pele. Primeiro, é importante envolver o cubo de gelo em um tecido limpo. E tem truques como, para combater a vermelhidão, pasmem, o gelo deve ser colocado no céu da boca, onde ficam os receptores dos vasos sanguíneos do seu rosto.

Além de Lisa Eldridge, Ole Henriksen, esteticista das famosas e conhecido por seus tratamentos faciais milagrosos, também mantém os cubos de gelo por perto. Para intensificar os resultados, ele congela chá de semente de rosa mosqueta, rico em vitamina C, e chá verde, que tem poder antioxidante. Um truque milenar usado para combater a incômoda bolsa abaixo dos olhos.

Para dar aquele up no olhar cansado, use uma compressa fria feita de algodão e chá de camomila e aplique abaixo dos olhos por alguns minutos, Outra dica é enrolar os cubos de gelo numa gaze e deslizar dos cantos internos dos olhos até a testa em um movimento circular.

Trade turístico apoia construção do Sun Park e destaca sua importância no desenvolvimento da Paraíba

Trade turístico apoia construção do Sun Park e destaca sua importância no desenvolvimento da Paraíba

O mercado de parques e atrações é um setor em expansão no mundo. Anualmente, o segmento fatura mais de R$ 3 bilhões, recebe 30 milhões de visitantes e gera cerca de 15 mil empregos diretos e 100 mil indiretos no Brasil. Neste cenário, o município de Lucena, na Paraíba, receberá o Sun Park, que promete ser um dos maiores parques aquáticos da América Latina. Para o trade turístico do Estado, o empreendimento chega para trazer oportunidades únicas no turismo e na economia. De acordo com a presidente da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), Ruth Avelino, o parque vai trazer valorização de Lucena e fortalecer a economia da região. “O Sun Park é importante em vários aspectos, pela valorização do litoral norte, fortalecimento da economia da região, além da opção de lazer para o público paraibano em uma área ainda pouco explorada”, comenta Ruth.

Segundo ela, além do atrativo turístico, a obra vai gerar empregos diretos e indiretos durante e após a construção. “É uma iniciativa essencial para a economia da região e, ainda após a finalização das obras, uma equipe fixa permanecerá trabalhando no local”, celebra. “O parque vai tem potencial para atrair turistas de outros estados. Nós não temos parque aquático aqui e o Sun Park vai encantar várias famílias de Pernambuco e do Rio Grande do Norte, por exemplo”, acredita.

De acordo com a pesquisa da Themed Entertainment Association (TEA), associação internacional do segmento, no ano passado, o total de visitantes nos grandes parques do planeta ultrapassou, pela primeira vez, meio bilhão, o equivalente a quase 7% da população mundial. Segundo o estudo, há apenas cinco anos, a quantidade de frequentadores em relação à população global era de 5%. Para Breno Mesquita, presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav) na Paraíba, neste cenário, o empreendimento será um ‘divisor de águas’. “Acredito muito nesta iniciativa como um incremento relevante no turismo de negócios do Estado, assim como foi com a chegada do Centro de Convenções”, comenta. “O município de Lucena, assim como João Pessoa, fica entre grandes centros turísticos, como Natal e Recife. Sendo assim, pode comportar um parque dessa estatura tendo como público forte o turista nacional, complementando com o público regional. O Litoral Norte merece um equipamento como este para o seu desenvolvimento”, ressalta Breno.

SAIBA MAIS…